Colégio Asas

Proposta Pedagógica

Quem tem asas faz e quem tem base voa!

O processo educativo do Colégio Asas é pautado numa perspectiva dialógica, que possibilita ao educando aprofundamento e ampliação conceitual em torno das questões abordadas nas diversas áreas do conhecimento. É preocupação metodológica romper com a dicotomia teoria/prática, favorecendo experiências para que os alunos se apropriem do conhecimento de forma crítica e trilhem na construção de saberes articulados a realidade vivida, a fim de compreendê-la e também transformá-la. No decorrer das aulas, a avaliação é entendida como uma constante, por reconhecer que estamos em um processo dinâmico e permanente de construção, desconstrução, reconstrução e ampliação de saberes.

As inovações tecnológicas educacionais e os múltiplos espaços educativos, como laboratório de artes, ciências biológicas e exatas e biblioteca são explorados nas práticas educativas cotidianas, tendo como objetivo principal sistematizar e experimentar os conteúdos trabalhados em sala de aula. Diante disso, embarcamos numa viagem fantástica pelas ASAS do saber, ampliando experiências em busca de “saberes maiores e voos mais altos”.

Além de primar pelo diálogo, pela afetividade, pelo respeito às diferenças, nossa proposta visa também o desenvolvimento de habilidades e competências que estimulem nossos educandos para o uso adequado/coerente das diversas fontes de informações e das múltiplas linguagens que expressam os saberes construídos cotidianamente na sala de aula, como mecanismo/ ferramenta/meio que garanta, efetiva e sistematicamente, a aprendizagem significativa dos alunos, como:

• compreensão do ambiente natural e social, do sistema político, da tecnologia, das artes e dos valores em que se fundamentam a sociedade;

• desenvolvimento da capacidade de aprendizagem, tendo em vista a aquisição de conhecimentos e habilidades e a formação de atitudes e valores e o fortalecimento dos vínculos de família, dos laços de solidariedade humana e de tolerância recíproca em que se assenta a vida social;

• domínio de competências e habilidades que levem à consciência da cidadania e facilitem a melhor inserção do educando no ambiente social.

Howard Gardner, em seus estudos sobre inteligências múltiplas, realizado na Universidade de Harvard, definiu que os seres humanos têm potencialidades diversas e que possuem predileções e facilidades diferentes de aprendizagem. Por isso, os nossos docentes pluralizam suas estratégias didáticas para que o aluno possa usar todas as suas potencialidades de forma plena.

É notável que quanto maior a estimulação das inteligências múltiplas através das metodologias diversificadas maior será o desempenho dos alunos. Aqui não há tempo para monotonia, pois utilizamos debates, aulas invertidas, experimentos, vídeos, estudo de campo, trabalhos em grupos, pesquisas em sala, seminários, interação entre as turmas, mesa-redonda, workshop, mapa conceitual, júri simulado, estudo de laboratórios, fórum, laboratórios virtuais, utilização de músicas, poesias, álbum artístico/mural fotográfico, simulados para ambos os segmentos, dentre outras estratégias. Dessa forma, preparamos os nossos alunos para vestibulares e ENEM, pois o ensino hoje está centrado nos conhecimentos e nas competências essenciais e não mais no saber pelo saber.

Para a compreensão das estratégias adotadas, definimos a estrutura do Projeto Político Pedagógico em três ciclos nos quais fazem so usos de ferramentas como:

1. Atividades diferenciadas propostas a fim de atender às especificidades de cada aluno;

2. Uso do material didático como uma das ferramentas de aquisição de conhecimento;

3. Projetos pedagógicos interdisciplinares como: Festival Literário (área de linguagem), Olimpíadas (área de humanas), Projeto da área de Exatas e Ciências Naturais por meio de Instrumentos motivadores que dinamizam o processo de aprendizagem;

4. Pesquisa – metodologia utilizada pelos professores com o intuito de desenvolver hábito de estudo e sistematização do conhecimento científico do aluno;

5. Avaliação: o aluno será avaliado diariamente através da participação, realização de atividades, escritas ou não, como: seminários, saídas de campos, avaliações escritas, projetos, simulados, a fim de assegurar a aprendizagem. Vale ressaltar que o qualitativo será considerado na época do Conselho de Classe.

6. Aprovação – acontecerá quando o aluno obtiver no mínimo 6,0 (seis) pontos por disciplina em cada ciclo, ou seja, 18 pontos ao final dos três ciclos.

7. Salas informatizadas com uso de ipads e projetores;

8. Espaço físico propício para proporcionar uma aprendizagem significativa.

Colégio Asas

Era uma vez… Êpa! Era uma vez? Não!!! Está sendo uma, dez… muitas vezes. Afinal, esse começo você já deve ter ouvido, várias vezes sua mãe, vó, tia…contar uma história exatamente com esse começo…

+ leia mais
Fale Conosco
Central de Atendimento
(75) 3616-8350
Endereço
R. Crispim Soares, 95 - Sim,
Feira de Santana - BA, 44085-112